A Existência Secreta Dos Figurantes

20 May 2019 10:41
Tags

Back to list of posts

<h1>A Vida Secreta Dos Figurantes</h1>

<p>A vontade secreto do equilibrista de pratos &eacute; v&ecirc;-los cair. Met&aacute;foras de circo a todo o momento me ajudaram. Prontamente, confesso, parecem criar as &uacute;nicas imagens capazes de explicar a minha vida. Isto mesmo: aos 40 anos, sou um equilibrista de pratos ansiando por um desastre. O primeiro prontamente ocorreu. Acho que ouviu o primeiro prato se espatifando. Fosse minimamente razo&aacute;vel, terminaria este par&aacute;grafo com uma onomatopeia: crash.</p>

<p>N&atilde;o, n&atilde;o ficou agrad&aacute;vel. Prazeroso, os pratos come&ccedil;aram a sambar no arame no momento em que ela me deixou um recado no smartphone. Descobri aquilo t&atilde;o fora de prop&oacute;sito. Quem ainda deixa recados de voz pela caixa postal do smartphone? Ainda mais aquele, um recado dando conta que o nosso carinho tinha acabado. Claro desse jeito - como quem avisa que a pilha do controle remoto acabou e que de imediato &eacute; necess&aacute;rio obter outra. Eu esperava mais considera&ccedil;&atilde;o. N&atilde;o, n&atilde;o. Considera&ccedil;&atilde;o &eacute; uma palavra ruim.</p>

<p>Eu s&oacute; vou esperar considera&ccedil;&atilde;o no momento em que bater na moradia dos 60 anos. O que eu queria era algo mais cerimonioso. Queria um fim digno de ser chamado de final. Uma disputa, choro, uns gritos e, quem domina, uns copos atirados contra a parede da minha cozinha. Animado &eacute; que aquele recado n&atilde;o era com inten&ccedil;&atilde;o de mim. Como Dar Uma Virada No Seu Casamento - Pra Muito Melhor! /p&gt;
</p>
<p>N&atilde;o possuo namorada. Desta forma, no nervoso, a crian&ccedil;a necessita ter trocado algum n&uacute;mero e deixado a mensagem para o sujeito errado. Resumindo, a guria se separou de uma pessoa que ela nunca viu. ‘Ningu&eacute;m Quer Permanecer Sozinho’, Diz Atriz De ‘Os Homens S&atilde;o De Marte…’ o melhor a fazer &eacute; ligar no n&uacute;mero que apareceu aqui e desfazer o mal-interpretado. N&atilde;o entendo como come&ccedil;ar essa discuss&atilde;o, quem sabe com um “oi, eu sou o cara que voc&ecirc; quebrou o cora&ccedil;&atilde;o por mensagem de voz e…” Tudo vai soar anormal. Entretanto &eacute; preciso ser feito.</p>

<p>Contudo, antes que eu matasse uma mo&ccedil;a de desonra, o celular tocou de novo. L&uacute;cio, corre neste local para ag&ecirc;ncia. A secret&aacute;ria de voz &aacute;spera tinha me dado uma ordem. Eu poderia alegar que aquele era o meu s&aacute;bado de folga e desprezar o chamado, mas os palavr&otilde;es que pude discernir vindos do profundo fundo daquela liga&ccedil;&atilde;o me colocaram em marcha.</p>
<ul>

<li>N&atilde;o ligue pro que os outros falam</li>

<li>sete 2.3. Carta a Bento de S., CARTA 15</li>

<li>Vitoria falou</li>

<li>1 vela branca (nova)</li>

<li>V&iacute;deo - Como Se tornar Super Confiante</li>

<li>Voc&ecirc; se sinta madura demais para crer nestas coisas</li>

<li>Certid&atilde;o de antecedentes criminais,</li>

</ul>

<p>Minha separa&ccedil;&atilde;o planejada teria que aguardar pouco mais. 40 minutos depois eu estava em uma sala repleta de produtores irritadi&ccedil;os que me olhavam com caras de “vamos te matar”. Com um estalar de dedos, Jo&atilde;o Matoso, o autodenominado “g&ecirc;nio do marketing pol&iacute;tico brasileiro”, fez com que um video come&ccedil;asse a rodar no maior tel&atilde;o da ag&ecirc;ncia. Era o programa de cinco minutos do partido, aquele que deveria dirigir-se ao ar pela segunda-feira antes da novela e, entre algumas coisas, expor o candidato da sigla &agrave; Prefeitura.</p>

<p>Jo&atilde;o parou o filme cada vez que 30 pessoas, 30 supostos “cidad&atilde;os comuns”, rodeavam O Candidato com uma maneira de aprova&ccedil;&atilde;o e apoio. Ap&oacute;s um corte seco, estavam todos voltados para a c&acirc;mera e com os punhos erguidos repetiam o nome do Candidato. Cinco Dicas Para Dominar Uma Mulher Casada o defeito aqui? L&uacute;cio, o senhor poder&aacute; me apontar qual a dificuldade nesta cena? N&atilde;o ouvi a pergunta do gord&atilde;o.</p>

<p>A minha cabe&ccedil;a estava pela garota que tinha me abandonado (entre aspas, t&aacute;). Ela deveria estar aliviada, achando que tirou um peso das costas. Tadinha. Da&iacute; que eu devo ligar e avisar: “Voc&ecirc; ter&aacute; de fazer tudo isso de novo. Fui acordado por um grito! Errr…honestamente n&atilde;o entendo qual &eacute; o problema. A incompet&ecirc;ncia n&atilde;o tem limites - resmungou.</p>

<p>E dessa forma ele foi indicando cada figurante daquela cena. L&uacute;cio, o senhor que foi o respons&aacute;vel pelo elenco pode me manifestar quem &eacute; esse? Ideal. Como se v&ecirc;, esse &eacute; um personagem significativo no tema do nosso eleitor alvo. Sendo assim, deste sentido, desejo que algu&eacute;m nesta porcaria de ag&ecirc;ncia me indique qual foi o defeito do burro do L&uacute;cio - ao relatar isto, Jo&atilde;o aproximou a imagem dando um close gigantesco no japon&ecirc;s da TI.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License